Pular para o conteúdo principal

G-MUS: Mensagens para celulares ajudam a lembrar de consultas

Mais uma funcionalidade inovadora do sistema de Gestão Municipal de Saúde (G-MUS) está fazendo com que usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Novo Hamburgo sejam lembrados de consultas marcadas na rede municipal. 


Paciente recebendo o lembrete em seu celular. (Foto: Ronan Dannenberg)



Com o envio de mensagens para o celular dos pacientes, a Prefeitura avisa as pessoas sobre os procedimentos agendados. Implantado em novembro de 2012, a medida tem o objetivo de reduzir o número de ausências. Atualmente, estima-se que 10% dos usuários que agendam consultas não comparecem às unidades de saúde.

Os torpedos enviados aos celulares dos usuários do SUS são bastante objetivos. O paciente recebe informações sobre local, data e horário da consulta. De domingo à quinta-feira, as mensagens são enviadas. O cidadão recebe o torpedo um dia antes do procedimento agendado, uma maneira de fazer com que o aviso fique na memória dos pacientes e não ocorra novo esquecimento. Desde a implantação até 3 de janeiro de 2013, já foram mandados 6.185 torpedos.

O envio de mensagens foi possibilitado graças à informatização do sistema de saúde em Novo Hamburgo, que está em fase de implantação. “Novo Hamburgo está promovendo um grande investimento na área de tecnologia e isto tem refletido na saúde. Trata-se de um conjunto de possibilidades que beneficia o cidadão e os profissionais, organizando o sistema como um todo”, afirma o secretário da Saúde, Roque Werlang. A previsão é de que, com o decorrer do processo de informatização, os pacientes também sejam lembrados sobre exames agendados, além de consultas. Posteriormente, com o sistema consolidado e com os relatórios trimestrais da Secretaria da Saúde (SMS) fechados, um balanço poderá ser feito para avaliar a efetividade do sistema.

Informatização atinge 500 computadores instalados no Município

A informatização da rede de saúde em Novo Hamburgo permite, entre outros procedimentos, o registro de prontuários online e a consulta por parte dos profissionais de saúde ao histórico de cada paciente. No sistema, constam informações como medicamentos prescritos, medicamentos retirados nas farmácias da rede e consultas realizadas. Desde o início da implantação, 500 computadores já foram instalados e mais de 615 profissionais foram treinados individualmente. Conforme a diretora de Sistemas de Saúde, Tatiane Soares de Souza, a informatização culmina na qualificação do atendimento prestado ao cidadão. “Somente com o prontuário eletrônico, o profissional de saúde tem acesso a todos os atendimentos realizados pelo paciente anteriormente, independente da unidade de saúde em que foi atendido”, coloca.

Para a coordenadora da Unidade de Saúde da Família (USF) Iguaçu, a enfermeira Sabrina Bley, o trabalho dos profissionais ficou mais qualificado e o atendimento melhorou. “Facilita muito, pois temos acesso a tudo que já aconteceu com o paciente, que medicação ele tomou, onde ele foi, entre tantos outros procedimentos. É um prontuário eletrônico, sem papelada, de uma forma muito mais correta e organizada”, enfatiza.

O processo de informatização já foi concluído em todas as 11 USFs e em seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Na Farmácia Comunitária, no Centro de Especialidades, no Almoxarifado da Saúde, na Ouvidoria e em dois prestadores de serviços as instalações também já foram finalizadas. Nas UBSs Santo Afonso e Canudos, o processo está 80% concluído. Ainda está em fase de execução a informatização do Laboratório Municipal (em processo de treinamento de servidores), do Hospital Municipal (50% concluída), da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Canudos (50% concluída) e do Pronto Atendimento (PA) do Centro (30% concluída).


Fonte: Agência de Notícias de Novo Hamburgo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palhoça informatiza sistema de saúde com o G-MUS

Na busca de agilizar o atendimento e diminuir a burocracia em toda a Rede Municipal de Saúde, a Prefeitura Municipal de Palhoça / SC está informatizando todo o sistema com o software G-MUS da Inovadora.


O posto Cambirela foi o primeiro a ser informatizado 100% e o projeto vai se estender para todas as unidades de Saúde de Palhoça. O projeto de informatização vai unificar o cadastro dos cidadãos palhocenses, em todos os módulos de atendimento garantidos pela Constituição Federal. 

O sistema vai armazenar dados, com informações sobre atendimentos e tratamento médico, odontológico, atendimento nas farmácias, registros das vacinas e procedimentos laboratoriais. “Todas as informações dos pacientes estarão registradas no prontuário que poderá ser acessado pelo nome ou pela impressão digital (biometria) do cidadão”, afirma Camilo.


No cadastro informatizado, o sistema ainda vai unificar informações do prontuário que revelam quais os medicamentos que o paciente está usando, inclusive as retiradas…

Saiba como fica o registro de vacinas com o fim do SI-PNI

O Ministério da Saúde, através da PORTARIA nº 2.499 de 23/09/2019, anunciou o fim do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI e API Web) será encerrado no prazo de 60 (sessenta) dias, contados a partir da publicação desta Portaria.
Com isso, o registro de dados de aplicação de vacinas e de outros imunobiológicos a ser realizado nas Unidades de Atenção Primária à Saúde deverão ser realizados exclusivamente no Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC); na Coleta de Dados Simplificada (CDS); ou nos sistemas próprios ou de terceiros devidamente integrados ao SISAB, de acordo com a documentação oficial de integração disponível no sítio eletrônico do e-SUS AB.

Informamos também que Inovadora já possui em seu sistema o módulo de Imunizações (vacinas) que contempla os registros das aplicações de vacinas e de outros imunobiológicos e estará sendo integrado ao SISAB, bem como as adaptações conforme a documentação oficial disponibilizada e o prazo do Ministério.
Os clientes que…

Sapucaia do Sul implantou o sistema G-MUS na Secretaria de Saúde

O município localizado na região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, iniciou hoje as atividades com o nosso sistema de gestão para a saúde municipal, o G-MUS. 

Com cerca de 140 mil habitantes, a informatização da Saúde em Sapucaia do Sul irá atender de forma qualificada o cidadão, melhorando a gestão e aproveitando melhor os recursos.