Pular para o conteúdo principal

Cidade gaúcha é novamente destaque nacional em saúde

Depois de quatro anos de tentativas, a cidade de Novo Hamburgo / RS com cerca de 250 mil habitantes encontrou terreno propício, em 2010, ao implantar o sistema de gestão da saúde G-MUS, da Inovadora, que proporcionou a redução de custos à administração, maximizar o atendimento a pacientes, entre outras vantagens.





Como explicou nesta terça, 13 de Maio, no Rio Smart Cities, parte do 14º Rio Wirelesse, a diretora de governo eletrônico e sistemas de saúde, Tatiane de Souza, trata-se de uma integração de sistemas que faz sentido tanto para os cidadãos como para os gestores.

“Havia muita redundância de dados, repetições de cadastros das mesmas pessoas, o que resulta em repetição de trabalho. A inexistência de integração não dava uma visão geral da situação da saúde para o gestor”, diz ela.

Convencida a administração da necessidade de mudar o quadro, desde 2011 passou a ser feita a integração dos diferentes sistemas. O resultado é que as 12 unidades de saúde da família, oito unidades básicas, a farmácia central e dez delas nas unidades, além de almoxarifados, laboratório público, hospital municipal, etc, todos falam hoje a mesma língua.
“Em qualquer unidade se tem acesso ao prontuário. Hoje é possível mandar um torpedo, um SMS, para os pacientes agendados para consultas no dia seguinte. Uma rotina simples como essa já reduziu em 10% o índice de faltosos”, conta Souza.


O investimento global de aproximadamente R$ 1,4 milhão resultou em vantagens claras. “Por exemplo: no prontuário tem todos os atendimentos efetuados para aquele paciente como também as retiradas de medicação”, revela. 

Fonte: UOL Convergência Digital.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palhoça informatiza sistema de saúde com o G-MUS

Na busca de agilizar o atendimento e diminuir a burocracia em toda a Rede Municipal de Saúde, a Prefeitura Municipal de Palhoça / SC está informatizando todo o sistema com o software G-MUS da Inovadora.


O posto Cambirela foi o primeiro a ser informatizado 100% e o projeto vai se estender para todas as unidades de Saúde de Palhoça. O projeto de informatização vai unificar o cadastro dos cidadãos palhocenses, em todos os módulos de atendimento garantidos pela Constituição Federal. 

O sistema vai armazenar dados, com informações sobre atendimentos e tratamento médico, odontológico, atendimento nas farmácias, registros das vacinas e procedimentos laboratoriais. “Todas as informações dos pacientes estarão registradas no prontuário que poderá ser acessado pelo nome ou pela impressão digital (biometria) do cidadão”, afirma Camilo.


No cadastro informatizado, o sistema ainda vai unificar informações do prontuário que revelam quais os medicamentos que o paciente está usando, inclusive as retiradas…

Saiba como fica o registro de vacinas com o fim do SI-PNI

O Ministério da Saúde, através da PORTARIA nº 2.499 de 23/09/2019, anunciou o fim do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI e API Web) será encerrado no prazo de 60 (sessenta) dias, contados a partir da publicação desta Portaria.
Com isso, o registro de dados de aplicação de vacinas e de outros imunobiológicos a ser realizado nas Unidades de Atenção Primária à Saúde deverão ser realizados exclusivamente no Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC); na Coleta de Dados Simplificada (CDS); ou nos sistemas próprios ou de terceiros devidamente integrados ao SISAB, de acordo com a documentação oficial de integração disponível no sítio eletrônico do e-SUS AB.

Informamos também que Inovadora já possui em seu sistema o módulo de Imunizações (vacinas) que contempla os registros das aplicações de vacinas e de outros imunobiológicos e estará sendo integrado ao SISAB, bem como as adaptações conforme a documentação oficial disponibilizada e o prazo do Ministério.
Os clientes que…

Sapucaia do Sul implantou o sistema G-MUS na Secretaria de Saúde

O município localizado na região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, iniciou hoje as atividades com o nosso sistema de gestão para a saúde municipal, o G-MUS. 

Com cerca de 140 mil habitantes, a informatização da Saúde em Sapucaia do Sul irá atender de forma qualificada o cidadão, melhorando a gestão e aproveitando melhor os recursos.