Pular para o conteúdo principal

Consulta Online: para que serve e quais as vantagens?

A implementação da telemedicina no Brasil vem sendo discutida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) há anos e, recentemente, com a pandemia mundial da Covid-19, o tema ganhou força novamente. O modelo foi amplamente adotado por conta das regras e recomendações de distanciamento social, tornando-se uma necessidade para a realização dos atendimentos à distância e acompanhamento dos pacientes.


Ela foi aprovada pela Portaria nº 467 do Governo Federal, que libera a realização de atendimentos à distância durante a pandemia, com o objetivo de atender mais pacientes, além de evitar aglomerações em hospitais e centros de saúde. Para isso, é essencial contar com recursos tecnológicos adequados, que garantam a segurança e a eficiência deste modelo de atendimento. 

Embora tenha sido uma medida de caráter excepcional e temporário, a telessaúde é um modelo que deve ser mantido mesmo após a pandemia do coronavírus e ganhar ainda mais espaço, gerando novas oportunidades para as instituições de saúde. Essa é uma estimativa de empresas que já atuam com telemedicina e se baseia no fato de que a tecnologia traz inúmeros benefícios, tanto para médicos quanto para pacientes, e já é adotada em diversos países.

Neste artigo, apresentamos os principais aspectos sobre o uso da teleconsulta, de que forma esse atendimento está sendo realizado, as vantagens que ele apresenta e, principalmente, os cuidados que precisam ser tomados no exercício da modalidade. 

Você também poderá conhecer mais detalhes da nossa solução o Consulta Online. Confira!



CONSULTA ONLINE 

Confira alguns benefícios:
- Segurança para profissionais e pacientes
- Consultas de qualquer lugar e sem deslocamentos
- Maior flexibilidade na agenda
- Economia de tempo, custos e com infraestrutura

Saiba mais:
O Consulta Online possui integração com a agenda do sistema G-MUS, permitindo que os profissionais possam acessar diretamente pacientes pré-agendados para telessaúde. O Consulta Online ainda consegue acessar os agendamentos em grupos realizados dentro do sistema, permitindo que sejam geradas salas com vários participantes e, além disso, permite que os profissionais possam selecionar diretamente o paciente a ser atendido, já que possui integração com o cadastro de pacientes do G-MUS.

Foi elaborado para permitir que o modo ‘picture in picture’, disponível nos navegadores de internet mais modernos. Utilizando este modo, os profissionais podem realizar os atendimentos enquanto alimentam o prontuário do sistema G-MUS, permitindo que todas as informações sejam devidamente armazenadas no prontuário do paciente.

Todas as impressões realizadas durante o atendimento, podem ser enviadas diretamente para a sala de conferência ou mesmo para algum participante específico da conferência. Os envios são em tempo real e o paciente já tem seus impressos a disposição.

O Consulta Online ainda permite o compartilhamento de tela e apresentação de vídeos do YouTube. Através do compartilhamento de tela, o profissional pode apresentar exames ou outros documentos para o paciente ou para outros profissionais com quem pode vir a discutir o caso.

O layout utilizado foi totalmente desenvolvido para que a utilização em dispositivos móveis seja confortável para os pacientes.

Para envio dos links para os pacientes, o Consulta Online conta com dois mecanismos: o link pode ser enviado diretamente via SMS para o telefone celular do paciente com um pequeno custo para cada SMS enviado; outra forma de realizar o envio é utilizando comunicadores como whatsapp e, para isso o Consulta Online já conta com um botão que aciona o whatsapp desktop com o link pronto para ser enviado para o celular do paciente, isso sem custos adicionais para os envios.


Vídeo por Animame

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Palhoça informatiza sistema de saúde com o G-MUS

Na busca de agilizar o atendimento e diminuir a burocracia em toda a Rede Municipal de Saúde, a Prefeitura Municipal de Palhoça / SC está informatizando todo o sistema com o software G-MUS da Inovadora.


O posto Cambirela foi o primeiro a ser informatizado 100% e o projeto vai se estender para todas as unidades de Saúde de Palhoça. O projeto de informatização vai unificar o cadastro dos cidadãos palhocenses, em todos os módulos de atendimento garantidos pela Constituição Federal. 

O sistema vai armazenar dados, com informações sobre atendimentos e tratamento médico, odontológico, atendimento nas farmácias, registros das vacinas e procedimentos laboratoriais. “Todas as informações dos pacientes estarão registradas no prontuário que poderá ser acessado pelo nome ou pela impressão digital (biometria) do cidadão”, afirma Camilo.


No cadastro informatizado, o sistema ainda vai unificar informações do prontuário que revelam quais os medicamentos que o paciente está usando, inclusive as retiradas…

Conheça o Programa Previne Brasil e o novo modelo de financiamento de custeio da APS

NOTA TÉCNICA 01/2020

Considerando a Portaria nº 2.979/GM/MS, de 12 de novembro de 2019, que institui o Programa Previne Brasil, e estabelece novo modelo de financiamento de custeio da Atenção Primária à Saúde no âmbito do Sistema Único de Saúde, por meio da alteração da Portaria de Consolidação nº 6/GM/MS, de 28 de setembro de 2017;

Considerando a portaria nº 3.222, de 10 de dezembro de 2019, dispõe sobre os indicadores do pagamento por desempenho, no âmbito do Programa Previne Brasil.

Art. 6º O conjunto de indicadores do Pagamento por Desempenho a ser observado na atuação das Equipes de Saúde da Família (ESF) e Equipes de Atenção Primária (EAP), para o ano de 2020, abrange as ações estratégicas de Saúde da Mulher, Pré-Natal, Saúde da Criança e Doenças Crônicas (Hipertensão Arterial e Diabetes Melittus).

§ 1º São indicadores para o ano de 2020:
I - proporção de gestantes com pelo menos 6 (seis) consultas pré-natal realizadas, sendo a 1ª até a 20ª semana de gestação;
II - proporção de gestan…

Saiba como fica o registro de vacinas com o fim do SI-PNI

O Ministério da Saúde, através da PORTARIA nº 2.499 de 23/09/2019, anunciou o fim do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI e API Web) será encerrado no prazo de 60 (sessenta) dias, contados a partir da publicação desta Portaria.
Com isso, o registro de dados de aplicação de vacinas e de outros imunobiológicos a ser realizado nas Unidades de Atenção Primária à Saúde deverão ser realizados exclusivamente no Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC); na Coleta de Dados Simplificada (CDS); ou nos sistemas próprios ou de terceiros devidamente integrados ao SISAB, de acordo com a documentação oficial de integração disponível no sítio eletrônico do e-SUS AB.

Informamos também que Inovadora já possui em seu sistema o módulo de Imunizações (vacinas) que contempla os registros das aplicações de vacinas e de outros imunobiológicos e estará sendo integrado ao SISAB, bem como as adaptações conforme a documentação oficial disponibilizada e o prazo do Ministério.
Os clientes que…